Utilizando o comando chmod para gerenciar privilégios dos arquivos.

chmod

O comando chmod é utilizado para mudar as permissões de acesso de arquivos e sua sintaxe é exibida abaixo.


chmod [opções] <tipo_de_modo> <arquivo>


O tipo_de_modo pode ser simbólico ou absoluto.


Opções

Descrição


-c

Exibe informações sobre os arquivos que foram modificados.

-f

Não mostra nenhuma mensagem de erro.

-R

Modo recursivo.

-v

Método verbose. Detalha as alterações de atributos.



> Modo simbólico

O modo simbólico possui a expressão exibida abaixo.

<identificador> <operador> <valor>

Sendo separado por vírgulas para destacar dono, grupo, outros e todos.


Identificador

 


 u

Usuário ( Proprietário do arquivo ou pasta )

 g

Grupo

 o

Outros

 a

Todos


Operador

 


 +

Adicionar novas permissões às existentes.

 -

Remove a permissão das permissões existentes.

 =

Anula as outras permissões e sinaliza uma nova permissão.


Valor

 


 r

Permissão de leitura.

 w

Permissão de escrita.

 x

Permissão de execução.

 s

Bit setuid quando atribuído a u (usuário) e Bit setgid quando atribuído a g (grupo) .


Exemplos:

 $ chmod  a+x  teste

Adiciona permissão de execução do arquivo teste para todos.


  $ chmod  u+rw,g-wx,o=r  programa

Adiciona permissão de leitura e escrita pelo dono, retira a permissão de escrita e execução pelo grupo e só permite a leitura para os outros usuários.



> Modo absoluto

Este modo tem a seguinte formato:

<atributo_especial> <dono> <grupo> <outros>

Obs.: O atributo especial não é obrigatório e para entendê-lo melhor acesse o artigo gerenciamento de permissões e privilégios de arquivos e diretórios no Linux.


Atributo especial

Valor

Descrição


 0

Nenhum atributo especial.

 1

Bit stick

 2

Bit setgid

 3

Bits sticky e setgid

 4

Bit setuid.

 5

Bits sticky e setuid.

 6

Bit setuid.

 7

Bits setuid, setgid e sticky.


Dono, grupo e outros

Valor

Descrição


 0

Nenhuma permissão.

 1

Permissão de execução.

 2

Permissão de escrita.

 3

Permissão de execução e leitura.

 4

Permissão de leitura.

 5

Permissão de execução e leitura.

 6

Permissão de leitura e escrita.

 7

Permissão de leitura, escrita e execução.


Exemplos:

 $ chmod  777  /var/www

Permite no diretório a leitura, escrita e execução para todos os usuários.


 $ chmod  1754  programa

Liga o Bit sticky, dá permissão de leitura, escrita e execução para o dono, de leitura e execução para o grupo e, de leitura para os outros.